sábado, 13 de novembro de 2010

Reflexo

O Sol já nascia quando eu acendia o último cigarro da noite. Lembrava dos tempos em que aquilo era sinônimo de felicidade ou de sucesso expressados em propaganda. Hoje, degradação. Mas eu não ligo. Brincava com o reflexo do meu isqueiro. Fazia ecoar o riscado. Só entende quem já fez...

Não me entendam mal, mas eu já tenho que ir. The last cigarette is the best. I just smoke the last ones.

3 comentários:

Kty O. disse...

Acho que não senti pq ainda não consegui acender aquele zippo ainda ¬¬

Ma disse...

eu entendo.

Érica Wisnheski disse...

Just don't smoke anymore.

Postar um comentário